eu, o jazz e a billie

Jazz e blues eram sonoridades que não me instigavam. Não se assustem, mas a música veio tarde fazer parte da minha vida. Exceto pela fita k7 com Beatles e Elvis aos 4 de idade, até os 15 anos o que existiu foi um abismo enorme entre minha pessoa e a música, como um todo. Depois disso foi rock’n roll e brasilidades, antigas e recentes. O fato é que jazz em si não me interessou. Ouvia uma coisa ou outra de tabela, interpretações, trilhas de filmes, blá blá blá.

Semana passada, nas andanças pelo meu querido Natura Musical, li sobre Nina Becker e Malu Magalhães cantando juntas. Deveras curiosa pelo fato de adorar Nina e não conhecer muito Malu, dei o play num vídeo do Youtube ao final da página. A música era All of Me na voz de Billie Holiday.

Foi amor puro. Escrevo aqui pra me lembrar disso mais tarde, quando alguém me perguntar como foi que eu me apaixonei pelo jazz. Foi culpa da Lady Day, do Youtube e da Natura Musical. Sou grata.